CAU/MG

Conheça os vencedores do 2º Prêmio Boas Práticas Urbanas

Durante a 145ª Reunião Plenária, realizada no dia 5 de dezembro, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Minas Gerais – CAU/MG anunciou os vencedores da segunda edição do Prêmio Boas Práticas Urbanas. A premiação, promovida pela Comissão de Política Urbana e Ambiental – CPUA-CAU/MG, busca fomentar e valorizar as boas práticas, ações e projetos que contribuem para a harmonia ambiental, urbana e social.

O objetivo principal dessa iniciativa é estimular projetos realizados no tecido urbano para tornar as cidades mais sustentáveis, alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, especialmente o ODS 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis. Busca-se reconhecer práticas que promovam cidades inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis, destacando processos criativos e disseminando boas práticas na área de Arquitetura e Urbanismo.

Prêmio Boas Práticas Urbanas

As inscrições, gratuitas e realizadas de forma simplificada online, têm sido um veículo crucial para a identificação e reconhecimento das práticas exemplares na área. O CAU/MG expressa sua satisfação em anunciar os vencedores, reforçando seu compromisso em promover a excelência na Arquitetura e Urbanismo, valorizando ações que impactam positivamente a sociedade e o ambiente urbano.

 

Conheça os projetos vencedores do 2º Prêmio Boas Práticas Urbanas

 

1º LUGAR

MAPAS – MAPEAMENTO, ANÁLISE, PROGNÓSTICO E AÇÕES

Proponente: Flávio Mourão Agostini

Apresentação do projeto: Download

O Projeto MAPAS – Mapeamento, Análise, Prognóstico e Ações Sustentáveis, ao qual integra o Arquiteto Flávio Mourão Agostini, é fruto da Parceria para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PPD&I) entre a VLI Multimodal S.A, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG).

A iniciativa estuda soluções inovadoras frente a subutilização de áreas limítrofes às faixas de domínio ferroviária no tecido urbano, bem como para a prevenção de ocupações de risco. Para isso, propõe elaboradas soluções de gestão e de ocupação territorial para a redução da insegurança operacional às pessoas, melhorando o uso das áreas residuais lindeiras às faixas de domínio das linhas férreas, a partir de soluções projetuais que incentivem a fruição coletiva do espaço urbano, preservando os valores sociais, ambientais e econômicos compartilhados pelo território e seus atores.

 

Prêmio Boas Práticas Urbanas

 

2º LUGAR

ÁGUAS DA CIDADE

Proponente: Roberto Eustaáquio dos Santos

Apresentação do projeto: Download

O projeto Águas da Cidade, tem por objetivo compreender as relações entre ciclo das águas e urbanização, o que implica, por um lado, abordar a urbanização convencional das cidades brasileiras e seus efeitos, via de regra negativos; e por outro, abrir perspectivas de reversão desse quadro, tanto no sentido técnico, quanto no sentido político e cultural. No horizonte desta proposta está a reconciliação entre população e águas urbanas.

O Grupo de Pesquisa MOM, da Escola de Arquitetura da UFMG, do qual o Professor Roberto E. dos Santos é membro, tem, como uma de suas principais metas, discutir as relações entre o ciclo das águas e a urbanização. O grupo entende que uma mudança de posturas e de ações individuais e coletivas a esse respeito depende, para além dos instrumentos técnicos e administrativos, de uma ampliação horizontal do conhecimento. Neste sentido, o grupo propõe o reconhecimento dos limites das bacias hidrográficas como fundamental para a compreensão do comportamento da água em seu interior e deve ser o ponto de partida para estudar a relação da água com os assentamentos humanos.

Dessa forma, foram criadas duas interfaces educativas de apoio à educação ambiental como fundamento para ampliar a capacidade da população de modo geral em colaborar na gestão das bacias hidrográficas urbanas e no manejo de suas águas pluviais em nível local e micro-local: (1) O Kit Águas na Cidade de Demarcação de Bacias e o (2) Quebra-cabeça da Circunstâncias.

 

3º LUGAR

MAIS FAVELA, MENOS LIXO

Proponente: Floricena Estevam Carneiro da Silva

Apresentação do projeto: Download

Os resíduos sólidos urbanos são um dos maiores problemas enfrentados nas grandes cidades do Brasil e do mundo. Seguindo o padrão de outros problemas sociais, as populações mais afetadas são as mais pobres, que vivem em bairros onde o acesso aos serviços de coleta e tratamento do lixo, quando existente, é insuficiente ou inadequado. Essa é a situação experienciada no Aglomerado da Serra, uma das maiores favelas do Brasil, localizada em Belo Horizonte, Minas Gerais, onde o projeto Mais Favela, Menos Lixo desenvolve estratégias de autogestão do lixo.

O projeto é concebido desde o início de 2022 diante da demanda da comunidade em melhorar o manejo dos resíduos sólidos localmente. Tendo a Escola Pública Professor Edson Pisani como centro de referência, as atividades se estruturam junto a comunidade e os alunos da Escola de Arquitetura da UFMG, onde está registada como projeto de extensão.

 

4º LUGAR

PRAÇA PATRIÓTICA

Proponente: Associação do Bairro Siderurgia

Apresentação do projeto: Download

O projeto da “Praça Patriótica”, localizada no município de Ouro Branco/MG, surgiu com o resgate das atividades da Associação Comunitária do Bairro Siderurgia (ACBS) e do entusiasmo de seu novo Presidente Michel Nicolau e da diretora Kamilla Teixeira (estudante de arquitetura e urbanismo), que passaram a sonhar em dar uma cara nova para a entrada do bairro.

Sendo assim, o projeto surgiu a partir do desejo de moradores e comerciantes, os quais foram ouvidos por meio de reuniões, entrevistas e enquetes nas redes sociais da ACBS. Inclusive, a escolha final do nome se deu por meio de votação no Instagram e coleta de assinaturas físicas. Ressalta-se ainda que a conclusão das obras da praça foi realizada pela própria comunidade, por meio de um mutirão de pintura dos bancos com moradores e a ONG ESF Ouro Branco.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS

CAU/BR

Fórum de Presidentes do CAU cumpre extensa pauta em Belo Horizonte

CAU/MG

Confira informações sobre registro de empresas no CAU

CAU/BR

Dia dos Povos Indígenas: CAU/BR celebra data com série de reportagens

Pular para o conteúdo