CAU/MG

Conheça os projetos selecionados para o 2º Edital de Patrimônio Cultural

2 Edital Patrimônio

 

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Minas Gerais – CAU/MG divulgou nesta quinta, dia 28 de dezembro, os resultados da 2ª edição do Edital de Chamamento Público para Apoio em Patrimônio Cultural, um marco na promoção de iniciativas voltadas à preservação da identidade mineira. Com um total de 11 projetos inscritos, provenientes de diversos setores da sociedade, desde instituições de ensino até grupos artísticos, literários e movimentos sociais, o certame marca o encerramento da gestão 2021-2023, destinando um montante de R$ 150.000,00 para impulsionar propostas selecionadas, com um limite de até R$ 50.000,00 por projeto.

O edital, que busca fortalecer a interação entre Arquitetura, Urbanismo e o Patrimônio Cultural mineiro, fomentando o conhecimento e a valorização dessa herança preciosa, foi aberto às pessoas jurídicas de direito público e privado sem fins lucrativos, conforme estipulado na Lei nº 13.019/2014, privilegia organizações que visam atividades de relevância pública e social.

 

Projetos contemplados

Conheça a seguir os três projetos que receberão o apoio do CAU/MG para a sua execução ao longo de 2024, contribuindo para a valorização e preservação do patrimônio cultural mineiro. Fique atento(a) às essas iniciativas e acompanhe o trabalho desempenhado.

 

“Centro de Memória da Arquitetura Mineira”

  • Proponente: Universidade Federal de Minas Gerais

 

 O Centro de Memória da Arquitetura Mineira tem por objetivo organizar e publicizar e disponibilizar informações e material técnico que divulgue e popularize o ofício da arquitetura em Minas Gerais. Algumas das faculdades de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, como a FAU-USP e a FAU-UFRJ possuem arquivos que recebem acervos de personagens importantes dentro da disciplina arquitetônica. Em Minas Gerais, a Escola de Arquitetura, instituição mais antiga do ramo no Estado, através de seu Museu (MARQ), tem a visão de capitanear esse processo de salvaguarda da memória arquitetônica do Estado.

 

“Oficina de Restauro”

  • Proponente: Instituto Federal de Minas Gerais

 

A Oficina de Restauro Público é um importante projeto de extensão acadêmica que integra a resolução de problemas reais no campo da preservação do patrimônio cultural com o ensino-aprendizagem do curso de Tecnologia em Conservação e Restauro. Além de fortalecer projetos de formação e sensibilização para o patrimônio, visa melhorar a qualidade de vida dos moradores da área patrimonializada e região envoltória ao centro histórico. Esta iniciativa funciona como uma conexão entre desafios na preservação dos imóveis tombados e a sala de aula, oferecendo oportunidades práticas para lidar com casos reais, contribuindo para a formação profissional e para a preservação da paisagem cultural.

 

“A Cidade educadora e sua paisagem cultural – aprendendo e ensinando sobre o urbanismo e o patrimônio edificado e imaterial, por meio das histórias em quadrinhos e passeios arquitetônicos”

  • Proponente: Grupo de Teatro Abertura

 

O projeto tem por objetivo tornar o tema preservação do patrimônio cultural, arquitetônico em especial, uma questão presente na ordem do dia, tornando-se objeto de uma educação de forma transversal, abrangendo várias matérias presentes na grade curricular, expandindo-se para as discussões cotidianas da população em geral, buscando-se diluir ou suplantar campanhas negativas e contrárias à preservação e ao tombamento.

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS

CAU/MG

Nota CAU/MG: Intervenções na Pampulha referentes ao Campeonato de Stock Car

CAU/MG

CAU/MG impetra mandado de segurança contra licitação do Iphan-MG em Diamantina

Comissões

Comissões de Patrimônio do CAU/MG e OAB/MG discutem ações conjuntas

Pular para o conteúdo