Home » Arquitetura, CAU/MG, Confea/Crea, Entidades, Eventos, Notícias » Belo Horizonte recebe o Simpósio Internacional Ferro12, que homenageia Lelé

Belo Horizonte recebe o Simpósio Internacional Ferro12, que homenageia Lelé

Realizado internacionalmente, Ferro12 acontece pela primeira vez na América do Sul e homenageia o arq. urb. Lelé

Pela primeira vez na América do Sul, Belo Horizonte vai sediar o 12º Simpósio Internacional de Ferrocimento e Compósitos Cimentícios Delgados: A Tecnologia na Escala Humana • Ferro12, nos dias 16 a 18 de julho de 2018. O evento faz parte de uma série contínua de Simpósios, iniciada no final da década de 70, e realizada em todo o Mundo.

O Ferrocimento, conforme definido pela Sociedade Internacional de Ferrocimento – IFS -, é uma pequena lâmina de argamassa reforçada, construída com cimento Portland, reforçada com telas de malhas de arame continuo de pequeno diâmetro que podem ser de aço ou de outro material adequado.

No Brasil, o Ferrocimento chegou na década de 50 com a visita do professor italiano Pier Luigi Nervi na Escola de Engenharia de São Carlos, da Universidade de São Paulo – USP. Assim, os professores Dante Martinelli e Frederico Schiel criaram o “Grupo de São Carlos” -, que se dedicou à pesquisa e ao desenvolvimento do Ferrocimento no Brasil, criando a Argamassa Armada.

Utilização do Ferrocimento

Esses estudos subsidiaram a obra do arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé, que fez do Ferrocimento matéria-prima na produção arquitetônica de edifícios públicos, escolas, hospitais, equipamentos comunitários, obras de drenagem e contenção.

A semelhança do Ferrocimento com o processo construtivo da taipa estimulou o professor Alexandre Diógenes a implementar na Universidade Federal do Ceará – UFC -, o “Projeto Ferrocimento”, na década de 80, com aplicações em saúde, saneamento, habitação, alimentação, infraestrutura rural e arte.

Na década de 90, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa MG, estudou a tecnologia e investiu na construção de dezenas de Estações de Tratamento de Água – ETA -, Estações de Tratamento de Esgoto – ETE -, e Reservatórios. Na cidade de Divinópolis – MG, a ETA com capacidade para 150L/s – é a maior que se tem conhecimento no Mundo.

Para estimular a aplicação da tecnologia do Ferrocimento e a produção de conhecimento na área, o Crea-Minas, a Copasa, o Senge-MG e a Sociedade Brasileira de Ferrocimento – SBF-,se unem, para sediar o Ferro12 em Minas Gerais.

Lelé e o Ferrocimento

Os estudos do Grupo de São Carlos trouxeram grande benefício ao trabalho do arquiteto João Filgueiras Lima, conhecido como “Lelé“, que aproveitou o grande potencial que essa tecnologia oferece em sua produção arquitetônica. Seu trabalho era famoso por edifícios públicos, escolas, hospitais, equipamentos comunitários e projetos de drenagem e retenção. Lelé viu em ferrocimento uma tecnologia alternativa para viabilizar projetos de melhoramento de favelas em Salvador, onde o peso leve era uma questão chave devido às condições de acesso a canteiros de obras.

A similaridade da construção do processo de pug com o ferrocimento estimulou o Prof. Alexander Diogenes a implementar o Projeto Ferrocement na Universidade Federal do Ceará nos anos 80. Este projeto fez do ferrocimento uma tecnologia popular e profissional no semi-árido brasileiro com aplicações em saúde, saneamento, habitação, alimentação, infra-estrutura rural e arte.

Serviço

12º Simpósio Internacional Ferro12

Eixos temáticos

  • Novos Materiais e Tecnologias;
  • Análises, Projeto e Construção;
  • Aplicação em Obras de Habitação, Saneamento, Lazer, dentre outros;
  • Desastres Naturais, Corrosão, Durabilidade e Outros.

Objetivos

  1. Fomentar o Estado da Arte dos últimos avanços e pesquisas no campo do Ferrocimento e Compósitos Cimentícios Delgados, incluindo a Argamassa Reforçada com Tecidos Naturais e Sintéticos (TRC);
  2. Formar um “Fórum” de especialistas mundiais para a troca de conhecimentos e experiências, entre pesquisadores e executores nacionais e internacionais;
  3. Identificar lacunas técnicas com necessidades de pesquisas imediatas e apontar as direções a seguir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *