Home » Arquitetura, Concursos, Notícias, Notícias Recentes, Urbanismo » Conheça o vencedor do concurso de revitalização da Av. Bernardo Monteiro

Conheça o vencedor do concurso de revitalização da Av. Bernardo Monteiro

Competição que vem sendo realizada desde 2018, encontrou a aquipe que vai trabalhar em cima da revitalização da Av. Bernardo Monteiro, que clama por intervenções no local há anos

Foto: Divulgação/PBH

Mais um passo foi dado para o processo de revitalização do Conjunto Histórico e Paisagístico da avenida Bernardo Monteiro, na região Centro-Sul da cidade, com a escolha do novo estudo arquitetônico, marco inicial para a realização das obras. Sete propostas se candidataram, e a proposta vencedora foi a da equipe ASA, do escritório paranaense Pagus Arquitetura Ltda. A homologação do resultado final foi publicada na última quarta-feira (12), no Diário Oficial do Município (DOM).

A proposta vencedora receberá um prêmio total de R$ 150 mil para desenvolvimento do projeto, conforme edital lançado em 2019. O objetivo do projeto é valorizar o espaço de fruição pública de valor histórico e cultural da avenida Bernardo Monteiro, tendo em vista a viabilidade e sustentabilidade para a implantação, implementação e manutenção da proposta e permitir o retorno das feiras. O investimento para a implantação da proposta a ser elaborada deverá ser orçado até o teto de R$ 1 milhão.

A proposta a ser desenvolvida prevê a implantação de uma etapa de transição, com resultados de curto prazo, podendo ser utilizadas, por exemplo, estruturas temporárias para suporte a trepadeiras ou outras espécies de crescimento rápido, visando à geração de áreas sombreadas, até que as copas das novas árvores venham a exercer esta função. 

A comissão julgadora considerou que a proposta escolhida se destacou pelo tratamento dado às travessias de pedestre e dos cruzamentos, inclusive com estreitamento de faixas de trânsito, pela conexão sugerida entre o canteiro central com as calçadas dos quarteirões vizinhos e com a praça João Pessoa, pelo tratamento de três níveis de vegetação e pela simplicidade de implantação e manutenção, chamando a atenção para que na elaboração do projeto sejam privilegiadas espécies arbóreas que apresentem folhagem verde perene, para restabelecer o maciço pretendido e se considere o piso em calçada portuguesa existente. 

Em 2013, o trecho da avenida Bernardo Monteiro, entre avenida Brasil e a Praça Hugo Werneck, região Centro-Sul da cidade, foi severamente acometido por infestações do inseto conhecido como “mosca-branca-de-ficus”, que causaram a morte de vários dos exemplares de fícus existentes na via. O Conjunto Histórico e Paisagístico da avenida Bernardo Monteiro é considerado patrimônio protegido pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte. 

A Comissão Julgadora foi composta por Mariana Guimarães Brandão, da Fundação Municipal de Cultura (FMC), Rosiele Fraga Nogueira da Matta, do Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte (CDPCM-BH), Patrícia de Castro Pretti, do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam), Kelle Cristina Moreira de Oliveira, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), e Rosilene Guedes de Souza, do Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento de Minas Gerais (IAB-MG).

Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *