Home » Arquitetura, CAU/BR, CAU/MG, Coronavírus, Destaques, Notícias, Urbanismo » Campanha do CAU ressalta importância do arquiteto e urbanista na pandemia

Campanha do CAU ressalta importância do arquiteto e urbanista na pandemia

Esse é o tema da nova campanha institucional do CAU/BR e dos CAU/UF

“Arquitetura e Urbanismo – mais do que nunca, um compromisso com a vida” é o tema de nova campanha institucional do CAU/BR e dos CAU/UFs.

A campanha mostra que a dramática crise sanitária das cidades brasileiras, como de resto de todo o mundo, em especial nos bairros mais carentes, em razão da pandemia da Covid-19, ressaltou ainda mais a importância do trabalho dos arquitetos e urbanistas na construção de moradias dignas e cidades saudáveis.

A iniciativa faz parte das comemorações do Dia da Arquitetura (5 de outubro), estabelecido pela União Internacional dos Arquitetos (UIA), e do mês do Habitat, criado pela ONU. A campanha vem reforçar as propostas da “Carta-Aberta à Sociedade e aos (às) Candidatos (as) nas Eleições Municipais de 2020 – Um projeto de cidade pós-pandemia”, visando transformar nossas cidades em territórios saudáveis, inclusivos, seguros e resilientes para todos. A Carta é uma iniciativa do CAU/BR com as demais entidades do Colegiado das Entidades de Arquitetos e Urbanistas do Brasil (ABAP, ABEA, AsBEA. FNA, IAB e FeNEA). Clique aqui para saber mais.

 

 

Recapitulando imagens das últimas campanhas do Dia do Arquiteto e Urbanista, o vídeo da campanha “Compromisso com a vida”, mostra que há muito que o CAU trabalha para que a Arquitetura e Urbanismo sejam um direito de todos. “Defendemos que todos os cidadãos convivam em espaços comerciais, residenciais ou áreas públicas projetadas ou construídas com assistência técnica de profissionais legalmente habilitados. Agora, num momento de pandemia, isso se torna ainda mais evidente”.

“Sempre reforçamos que arquitetos e urbanistas são profissionais que criam cidades saudáveis. Casas com planejamento, segurança e economia, observando questões que promovem saúde e oferecem a qualidade de vida que todo mundo merece. Soluções que transformam a vida de todos”.

A nova campanha terá 22 inserções na programação da TV Cultura, entre 26 de outubro e 02 de novembro, em horário nobre, incluindo o Roda Viva nos dias 26 e 02. Será também veiculada no Jornal da Tarde e no Jornal da Cultura, além de programas como Repórter Eco e Provocações. A audiência estimada é de 2,3 milhões de pessoas. A TV Cultura, de São Paulo, tem afiliadas em todos os Estados e no DF. Também está presente nos canais a cabo. O Roda Vida é o programa de entrevistas de maior prestígio na TV brasileira. Em 2015, o instituto de pesquisa britânico Populus divulgou que a TV Cultura é o segundo canal de maior qualidade do mundo, atrás apenas da BBC on.

Em paralelo, a campanha “Arquitetura e Urbanismo, um compromisso com a vida”,  transcorrerá nas redes sociais do CAU/BR e dos CAU/UF até 30 de novembro. Nas redes serão mostrados, além dos projetos exibidos no vídeo, outros bons exemplos da atuação dos arquitetos e urbanistas na qualificação do espaço construído do país.

 

Os projetos apresentados no vídeo, e respectivos autores,  são, em sequência:

  • Núcleo Habitacional da Rocinha, de Jorge Mário Jáuregui, no Rio de Janeiro
  • Bairro Pedra Branca, de  vários outros arquitetos e urbanistas (entre eles, Silvia Lenzi), em Palhoça Santa Catarina
  • Parque Mangal das Graças, de Rosa Kliass, em Belém
  • Centro Sebrae de Sustentabilidade, de José Afonso Botura Portocarrero, em Cuiabá
  • Casa de Dona Dalva, do escritório Terra & Tuma, em São Paulo
  • Reforma de apartamento,  do Grupo Garoa, no edifício Copan, em São Paulo
  • Moradas da Saúde, de Demetre Anastassakis, no Rio de Janeiro
  • Centro de Reabilitação do Hospital Sarah, de João Filgueira Lima (Lelé), em Fortaleza

 

Na passagem do Dia Mundial da Arquitetura, o presidente da UIA,  Thomas Vonier, destacou que a pandemia está remodelando os costumes e espaços sociais em todo o mundo, e afetando as populações mais pobres e vulneráveis ​​de maneira desproporcional. “Em muitas das cidades do mundo, as pessoas não podem seguir práticas seguras, simplesmente porque não têm água e ar limpos, e até mesmo o próprio espaço. As políticas urbanas devem garantir serviços adequados, abrigo e espaços recreativos para todos os cidadãos”. Segundo ele,   “o planejamento urbano, o projeto e a arquitetura são essenciais para um futuro urbano melhor para todos”.

Leia também:

Dia Mundial da Saúde: CAU propõe ações para tornar nossas cidades saudáveis
Dia Mundial da Arquitetura: rumo a um futuro melhor para nossas cidades
Lives e webinars sobre o futuro das cidades e das habitações pós-pandemia

 

Fonte: CAU/BR

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =