Home » CAU/BR, CAU/MG, Notícias, Notícias Recentes, Plenaria » CAU/BR e CAU/UF apresentam resultados de 2022 em Reunião Plenária

CAU/BR e CAU/UF apresentam resultados de 2022 em Reunião Plenária

cau resultados 2022

 

Conselheiros do CAU Brasil e presidentes dos CAU/UF finalizaram as atividades de 2022 com um balanço das ações promovidas desde o ano passado. A 42ª Reunião Plenária Ampliada aconteceu no Rio de Janeiro, encerrando as comemorações do Dia do Arquiteto e da Arquiteta e Urbanista. “Vamos nos preparar para as ações do último ano de gestão deixar um legado para as próximas gestões”, afirmou a presidente do CAU Brasil, Nadia Somekh.

 

Confira aqui os resultados do CAU Brasil em 2022 

 

Todas as ações promovidas pelo CAU Brasil são norteadas pelos principais desafios definidos pelo Planejamento Estratégico elaborado logo no começo desta gestão. São cinco os desafios principais:

 

  • Desprecarizar o trabalho de arquitetos e urbanistas
  • Atualizar honorários, enquadramento jurídico e tributário
  • Otimizar o licenciamento e aprovação de projetos
  • Viabilizar recursos técnicos e tecnológicos

 

Nadia Somekh lembrou que a prioridade zero desde o começo da gestão foi melhorar o relacionamento com os arquitetos e urbanistas. “Essa relação se dá por meio do SICCAU. Fizemos um projeto de modernização e atualização do sistema com um grupo bastante qualificado e temos clareza do que é necessário fazer”, explicou.

 

Prev 1 of 1 Next
Prev 1 of 1 Next

 

Estão sendo feitos novos investimentos para modernizar e atualizar o SICCAU, já com resultados visíveis. Número de reclamações sobre o sistema na Central de Atendimento vêm caindo desde o começo deste ano. “Precisamos investir mais para deixar o SICCAU da melhor maneira possível”.

Entre as conquistas, estão as possibilidades de pagamentos de Anuidades, RRT e demais taxas por cartão de crédito e pix, mais segurança com novas senhas do SICCAU, mais descontos na Anuidade do CAU e o cancelamento da multa para dívidas de Anuidade.

No Congresso Nacional, o CAU Brasil, os CAU/UF e o CEAU lançaram a Carta aos Candidatos às Eleições de 2022 e propuseram o Projeto de Lei Complementar Nº 55/2022, que cria o Microempreedendor Profissional (MEP), categoria tributária que reduziria os impostos pagos por arquitetos e urbanistas e outras profissões liberais.

“Vamos continuar conversando com o Governo Federal em vários assuntos, como a simplificação dos processos de licenciamento”, disse a presidente do CAU Brasil. “Com a recriação do Ministério das Cidades, o CAU está propondo o Sistema Único de Cidades, que se agrega à rede do SUS. Arquitetos e urbanistas são profissionais de saúde.

Proposta é colocar em cada posto de saúde arquitetos e urbanistas para verificar as condições de moradia da população. “Temos tido muita receptividade. Os arquitetos e arquitetas querem ter voz no Governo, no Congresso e na sociedade”, afirmou.

Na fiscalização, o CAU Brasil prepara a implementação de novas regras e procedimentos definidos pela Resolução CAU/BR Nº 198. “Vamos pensar a fiscalização de maneira inteligente e tecnológica, incorporando as múltiplas ações dos CAU/UF”, afirmou Nadia.

No campo da ética profissional, o CAU Brasil lançou o Guia Ético de Mídias Sociais e realizou dois seminários e mais uma pesquisa nacional para debater a prática da “reserva técnica”.

As relações com organizações de arquitetos também foram destaque na apresentação da presidente. “Estamos internacionalizando a nossa Arquitetura e Urbanismo. No Seminário Internacional de Mobilidade Profissional, assinamos vários protocolos de cooperação, principalmente com Portugal”, disse Nadia. “Neste ano, participamos de eventos na Espanha, nos Estados Unidos e em Angola.”

Sobre as ações inclusivas, Nadia Somekh ressaltou a importância das discussões sobre equidade e diversidade. “O Brasil inteiro está discutindo as questões de racismo estrutural e machismo estrutural”, afirmou. “Somos cobradas para que essas ações aconteçam”.

A presidente do CAU Brasil lembrou a criação da Comissão Temporária de Ações Afirmativas (CTAF) do CAU Brasil, o lançamento da Carta pela Equidade e Diversidade e o estabelecimento das cotas de diversidade para as próximas Eleições do CAU, em 2023.

 

A presidente do CAU/MG, Du Leal, com o conselheiro do CAU Brasil, Eduardo Fajardo, representante de Minas Gerais.

 

“No dia 10 de outubro, vamos ter eleições mais plurais, mais diversas. Queremos mais arquitetas e arquitetos participando e se candidatando”, afirmou. “Precisamos estimular os nossos colegas a também fazer o trabalho voluntário que nós fazemos aqui. Temos uma missão e todos podem contribuir”.

No final, Nadia Somekh falou das ações programadas para 2023. As prioridades no ano que vem serão:

 

  • Planejamento dos próximos 10 anos do CAU
  • Participação na UIA2023CPH
  • Projeto Amazônia
  • Valorização profissional
  • Gestão de pessoas

 

A coordenadora do Fórum de Presidentes do CAU/UF e presidente do CAU/MG, Maria Edwiges Leal, ressaltou as ações conjuntas de divulgação do CAU e na criação de novas resoluções. “Os arquitetos e urbanistas enxergam um sistema integrado entre as autarquias”, afirmou. “Os CAU/UF pleitearam uma participação de seus conselheiros e funcionários na revisão das normas nacionais, e isso gera uma integração melhor”.

Na Reunião Plenária Ampliada, cada um dos CAU/UF apresentou suas principais ações realizadas neste ano.

Fonte: CAU/BR

 

Balanço do CAU/MG

A presidente do CAU/MG, Edwiges Leal, acompanhada pelo Conselheiro Federal do CAU/BR por Minas Gerais, Eduardo Fajardo, participou da 42ª Plenária do CAU Brasil como Coordenadora do Fórum de Presidentes dos CAU/UF.

Em sua fala, a presidente fez uma breve apresentação sobre as ações e resultados alcançados pelo CAU/MG em 2022. Os destaques são:

  • Vitórias recorrentes sobre licitações que envolvam serviços de Arquitetura e Urbanismo no estado ;
  • Cobertura das ações de fiscalização em aproximadamente 80% do extenso terrítório mineiro até o fim do ano;
  • Ampliação da equipe do Conselho, principalmente nos setores técnicos e de fiscalização, e qualificação das atividades desempenhadas, com o início da Semana da Integração, onde todos os funcionários se reúnem anualmente para discussões e capacitações.

Confira o trecho pelo player abaixo.

Prev 1 of 1 Next
Prev 1 of 1 Next

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *